Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2010

Ainda sobre as pesquisas: "Falta pouco para que muitas máscaras despenquem"

O resultado das pesquisas eleitorais continua na pauta do dia no Twitter. Na manhã de hoje quem twittou sobre o assunto foi o candidato a vice-governador, Nilson Lima (PPS). Ele é o vice do ex-governador João Alves Filho (DEM), que aparece em desvantagem de até 16 pontos nas pesquisas.

Vejam o que disse @nilsonlima23: “As supostas pesquisas que estão sendo freneticamente divulgadas em Sergipe e no País precisam ser melhor analisadas pelo Ministério Público. A normalidade do ambiente democrático deve ser restabelecida, primando pela comparação de realizações e dos projetos para o futuro do povo. Esse festival de incoerências e manipulações não pode prosseguir impunemente!”.

Prossegue o candidato: “A democracia não pode correr o risco de ir parar na UTI, à medida em que se avilta o voto e se agiganta a ditadura dos índices de pesquisas. Tem muita gente fazendo de conta que está comemorando vitória eleitoral. ‘Vamos devagar que o santo é feito de barro!’. Falta pouco mais de um mês para …

Follow ou Unfollow: Um desabafo do que está sendo twittado sobre pesquisas

Desde a última sexta-feira que o assunto principal do Twitter é o resultado da pesquisa eleitoral para o Governo de Sergipe. Neste dia, a TV Sergipe noticiou a vantagem de 16 pontos de Marcelo Déda sobre João Alves. (48% X 32%). E hoje, o Dataform trouxe resultado semelhante: o atual governador tem 48% das intenções contra 33% do seu principal adversário. Ou seja, dentro da margem de erro, os dados são os mesmos.

Por conta disso, aqueles que estão em desvantagem iniciaram uma série de críticas aos números. Questionamentos sem fundamentação alguma foram levantados e até o momento nenhuma prova foi mostrada sobre a manipulação dos dados para favorecimento à candidatura do PT.

O professor Abelardo Neto (@netodograccho), disse algo muito importante: "Analisar pesquisa sem paixão: quem fica na frente comemora e quem não fica desacredita a fonte". E a jornalista Raquel Passos (@raquel_passos) fez uma pergunta extremamente cabível: “Porque quem está perdendo sempre acha que pesquis…

Dilma abre 24 pontos sobre Serra, segundo Ibope

Após dez dias de exposição dos candidatos à Presidência no horário eleitoral, a petista Dilma Rousseff abriu 24 pontos de vantagem sobre o tucano José Serra. Se a eleição fosse hoje, ela venceria no primeiro turno, com 59% dos votos válidos.Segundo pesquisa Ibope/Estado/TV Globo, Dilma chegou a 51% das intenções de voto, um crescimento de oito pontos porcentuais em relação ao levantamento anterior do mesmo instituto, feito às vésperas do início da propaganda eleitoral.

Desde então, Serra passou de 32% para 27%. Marina Silva, do PV, oscilou de 8% para 7%. Somados, os adversários da petista têm 35 pontos, 16 a menos do que ela.A performance de Dilma já se equipara à de Luiz Inácio Lula da Silva na campanha de 2006. Na época, no primeiro turno, o então candidato petista teve 59% dos votos válidos como teto nas pesquisas.

Por regiões
Dilma ultrapassou Serra em São Paulo (42% a 35%) e tem o dobro de votos do adversário (51% a 25%) em Minas Gerais - respectivamente primeiro e segundo maiores…

Candidatos na TV não empolgam eleitores

Desde o último dia 17, o período eleitoral passou a figurar obrigatoriamente na programação da TV e do rádio, com os candidatos apresentando suas propostas. Por conta disso, esta reportagem quis saber a opinião dos eleitores sobre o desempenho dos postulantes ao Governo do Estado na primeira semana de propaganda eleitoral. Com exceção do candidato Henrique do Grupo Mexa-se, PRTB, que não produziu os programas de TV, os outros seis candidatos utilizaram o espaço na programação para apresentar suas propostas e defender seus projetos.

A reportagem ouviu cinco eleitores, que assistiram a propaganda eleitoral veiculada na sexta-feira, 20. Três eleitores (uma professora, um estudante e uma jornalista) assistiram ao programa do início da tarde e dois (uma pedagoga e uma auxiliar de enfermagem), a propaganda da noite. Como pontos comuns da análise dos eleitores estão a superficialidade dos discursos dos candidatos e a falta de renovação política. Eles também têm a certeza de que os programas …

Follow ou Unfollow? (Sobre o ato do prefeito Edvaldo Nogueira)

Ontem o Twitter esteve um tanto parado! Sem grandes novidades. O assunto que mais chamou a atenção foi a crítica atrasada contra o evento realizado anteontem pelo prefeito Edvaldo Nogueira para anunciar que ia a Brasília solicitar recursos para construção de canais na Zona de Expansão.

E a crítica não partiu apenas da oposição. O vereador Jailton Santana (PSC), aliado do prefeito, também soltou o verbo contra o evento. Eu estive no Centro de Convenções na terça-feira e também achei o ato desnecessário. No entanto ressalto que Edvaldo se comportou: não falou de Déda e não exaltou a parceria com o Governo do Estado. Vamos aos tweets!

A Comsenso Comunicação (@comsensoweb), que é a melhor e a mais completa empresa de monitoramento de mídia do Estado, twittou sobre a participação de Jailton Santana no programa Batalha na TV: “Vereador Jailton Santana diz que anúncio feito ontem por @edvaldonogueira no CIC foi um comício eleitoral”.

Sobre o assunto, o secretário de comunicação de Itabaian…

Mudança de coordenadas

Por Igor Almeida, do blog Diz Aí

Bem se sabe que as estratégias políticas traçadas em favor das candidaturas mudam conforme a direção do vento. No caso da candidata Dilma Roussef, os últimos ventos foram avassaladores. Ventos precisos e fortes o suficiente para empurrá-la diretamente ao primeiro lugar isolado nas pesquisas eleitorais. Mas como quase toda ventania pode ser prenúncio de chuva, a coordenação da campanha da presidenciável decidiu rever a sua participação nos próximos debates com o objetivo de evitar que possíveis confrontos com os adversários provoquem verdadeiras tempestades.


Os dezessete pontos a frente do segundo colocado, o tucano José Serra, confortam os assessores de campanha da petista que, a partir de agora mudam as estratégias. De início, as atenções estavam voltadas para tornar pública a imagem da Dilma como candidata do presidente Lula. Poucos meses depois, mas muitos pontos à frente, o discurso é outro. Numa tentativa clara de apenas administrar a enorme vanta…

Follow ou Unfollow? ("Conto de fadas", patrulhamento, pesquisas e compra de votos)

Muito feliz pela repercussão do primeiro dia da coluna “Follow ou Unfollow?”. A galera acessou, comentou e twittou muito. Valeu mesmo. E vamos ao que de mais interessante rolou no Twitter ontem.

“Conto de fadas”
O candidato do DEM ao Governo do Estado, João Alves Filho (@joaoalvesfilho) twittou ontem sobre o programa eleitoral do seu principal adversário, o candidato Marcelo Déda (@marcelodeda). “Quem quiser ver um conto de fadas, assista o programa do meu opositor”, disse João, logo no início da tarde, sendo retwittado por uma dezena de seguidores. Mais tarde, durante o Cinform Convida, eu conversei com João e perguntei sobre a autoria dos tweets. Ele me informou que não é o responsável por tudo que é publicado. Ou seja, ele confirmou o que eu havia dito na noite da segunda-feira, quando afirmei no Twitter que os tweets de @joaoalvesfilho seguiam a mesma estrutura textual, o que dava pra depreender que não eram todos escritos por ele. Agora está confirmado: não é @joaoalvesfilho quem…

Follow ou Unfollow?

O Twitter é a rede social das eleições. Todo candidato com o mínimo de intenção real de disputa no pleito deste ano possui uma conta no microblog e atualiza a página com freqüência, respondendo aos tweets dos seguidores e interagindo com os possíveis eleitores. A partir de hoje vou tentar captar o que de mais interessante rolou na rede e trazer para o blog e comentar o que acho(através do Follow ou Unfollow?). Dê sua opinião também!

Horário eleitoral
O candidato a deputado federal Fábio Reis (@FabioReis1555) quis saber ontem dos seus seguidores o que eles estavam achando do programa eleitoral. “Aproveito para perguntar: o que estão achando do horário eleitoral? Tem alguma sugestão de tema que possamos levar para lá? Já falei em esporte como sendo uma alternativa ocupacional positiva para a juventude. Por isso quero a contribuição de vocês para que possamos ter outros temas em debate. Digam aí o que acham e a noite eu volto por aqui para pegar as sugestões”, postou.
Follow ou Unfollow? O…

Discurso franciscano de João será suficiente?

Será que o discurso franciscano de João Alves Filho, candidato do DEM ao Governo, vai colar? Em entrevistas tem falado sobre a dificuldade de arrecadação financeira, o que atrasou o início de sua campanha. O ex-governador também conta com parcos apoios e agora diante da queda do candidato a presidente José Serra nas intenções de voto deve sofrer redução do repasse financeiro do PSDB nacional.

Mas isso não tem impedido João de fazer campanha, mas sempre mantendo o discurso da falta de apoios políticos, o que suscita a ideia de que, se eleito, o será, exclusivamente, pelo apoio do povo. Em visita ao mercado central de Aracaju foi esse o tom das falas de João. “Vamos ganhar esta eleição com o povo, sem caciques políticos, sem dinheiro, mas com o calor popular. Estou feliz porque esta é a maior campanha de apelo popular da minha vida. O povo de Aracaju sabe o que é melhor para a capital e os feirantes demonstraram esse carinho e confiança por mim”, afirmou.

Para João a diferença da sua ca…

Serra despenca, e o culpado é o programa de TV

Rudolfo Lago, do Congresso em Foco

No início da tarde da quarta-feira (18), no teatro TUCA, em São Paulo, logo depois do final do debate UOL/Folha de São Paulo com os candidatos à Presidência, o presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), esquivava-se com um sorriso educado de perguntas sobre dois temas. O primeiro: por que ele, vestido com uma jaqueta de couro preta e uma camisa esportiva rosa, era o único político ali que não estava de paletó e gravata? O que tinha achado do programa eleitoral de Serra, iniciado um dia antes, com referências ao presidente Lula e o candidato chamado de “Zé”, em frente a uma favela de mentira, desenhada virtualmente?

À primeira pergunta, ele explicava que tinha ido para São Paulo participar de reuniões com a cúpula da campanha de Serra que foram se estendendo além do previsto. Resultado: não tinha mais camisas sociais limpas. Para a segunda, a esquivada era total: “Não vi o programa. Ficou ruim essa favela, é? Vamos ter que ver”.

O que Sérgio Gue…

"Estou convencido de que venço em 1º turno", diz João Alves

O candidato ao Governo do Estado pelo DEM, João Alves Filho, me concedeu entrevista na semana antepassada para o Cinform. Na oportunidade, ele falou (mais uma vez) sobre suas andanças pelos povoados do interior do Estado, das dificuldades enfrentadas na atual campanha, como a pouca arrecadação de recursos e o número reduzido de líderes o apoiando, além das propostas para um possível quarto mandato. Mas foi a crítica ao atual Governo que dominou o discurso.

"O que existe hoje é um clima de decepção. Déda demonstrou que não tem plano de Governo. Ele não conhece o Estado. Estou convencido pessoalmente que a partir de 1º de janeiro de 2011 o atual ocupante do Olímpio Campos vai tirar umas férias prolongadas", afirma, deixando claro que está confiante na vitória e ainda em primeiro turno. Mas ressalta que tem essa percepção não por arrogância, mas pelo que sente nas ruas. "Se fosse hoje, estou convencido que nós venceríamos. Mas falo isso sem arrogância, pois sei que não va…

Com Lula na TV, Dilma amplia vantagem sobre Serra

Agora é pra valer: o Datafolha confirmou na pesquisa divulgada neste sábado que a candidata do presidente Lula, a ex-ministra Dilma Rousseff (PT) disparou na corrida presidencial e será eleita no primeiro turno com ampla vantagem sobre o seu principal adversário, o ex-governador de São Paulo, José Serra.

Segundo números da sondagem realizada ontem, a candidata petista tem 47% contra 33% dotucano. No levantamento anterior, feito entre os dias 9 e 12, a petista estava com 41% contra 33% do tucano. Essa é a primeira pesquisa realizada depois do início do horário eleitoral. Na pesquisa espontânea, em que eleitores declaram voto sem ver lista de candidatos, Dilma foi de 26% para 31%. Serra foi de 16% a 17%.

Nos votos válidos (em que são distribuídos proporcionalmente os dos indecisos entre os candidatos e desconsiderados brancos e nulos), Dilma vai a 54%. Ou seja, teria acima de 50% e ganharia a disputa em 3 de outubro.

Os que viram o horário eleitoral alguma vez desde que começou, na t…

Só fato novo pode impedir vitória de Dilma no 1º turno, diz Ibope

A 45 dias das eleições presidenciais, apenas um fato novo, fora de controle, poderá mudar o rumo da campanha. Sem esta virada, a tendência é que a candidata do PT, Dilma Rousseff, saia vitoriosa no 1º turno, em 3 de outubro, como apontam pesquisas recentes de intenção de voto. A avaliação é da diretora-executiva do Ibope, Marcia Cavallari.

No levantamento do instituto divulgado há três dias, Dilma tem 11 pontos percentuais de vantagem sobre seu principal adversário, José Serra (PSDB), e, computados apenas os votos válidos "excluídos brancos, nulos e indecisos", ela venceria com 51%, enquanto Serra contaria com 38% neste cálculo.

"Se nada acontecer, e avaliando as tendências até o momento, as chances dela ganhar no primeiro turno são muito grandes", disse Marcia. "Não exime que na reta final da campanha aconteça algum fato que possa trazer um impacto grande nas campanhas", avalia. "A gente está entrando numa fase da campanha que é a fase onde nenhum…

Serra resolveu se vestir de oposição

As últimas pesquisas que colocaram a candidata do presidente Lula, Dilma Rousseff, na dianteira das intenções de voto dos brasileiros fizeram com que José Serra, seu principal adversário, incorporasse um novo tom.

Depois de passar vários meses vestido de neutralidade, no debate de ontem, Serra mostrou que é oposição à Dilma, o que automaticamente revela que ele é oposição ao presidente Lula e ao seu Governo. É uma última tentativa.

Em desvantagem que varia de oito a 16 pontos nas pesquisas, Serra incorporará a partir de agora a crítica mais enérgica a candidata petista. Continuará tentando vender a ideia de que deve ser o novo presidente do Brasil porque é o mais preparado e habilitado para a função, em detrimento de Dilma, que nunca exerceu mandato político.

As críticas que Serra começa a potencializar respingarão automaticamente no presidente Lula e na sua administração. É uma tentativa corajosa, para não dizer desesperada, pois diante da alta popularidade do Governo e do seu repres…

Presidente do TRE de Sergipe sofre atentado em Aracaju

ALINE PELLEGRINI
VALTER LIMA
DE SÃO PAULO
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA, DE ARACAJU (SE)

O presidente do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) de Sergipe, Luiz Antonônio Araújo Mendonça, sofreu um atentado na manhã desta quarta-feira. O carro que levava o magistrado levou cerca de 30 tiros de armas de diferentes calibres, segundo informações iniciais da Secretaria de Segurança Pública do Estado.

Mendonça foi atingido no ombro por estilhaços provocados pelos disparos e foi encaminhado ao hospital São Lucas, na capital sergipana. O motorista do presidente, cabo da Polícia Militar identificado como Jailton Batista Pereira, foi baleado várias vezes e está internado em estado grave. O atentado ocorreu na avenida Beira Mar, na zona sul de Aracaju.

De acordo com a polícia militar, quatro homens encapuzados estavam em um Honda Fit que perseguia o veículo do presidente do TRE, um Fiat Linea. O veículo que teria sido usado no crime foi abandonado no bairro Jardins, vizinho ao do local do atentado, compl…

Vox Populi, tendências e o programa partidário

Mais uma pesquisa favorável à candidata do PT, Dilma Rousseff. Depois do Ibope colocar a petista 11 pontos à frente de José Serra, em sondagem divulgada ontem (leia no post logo abaixo), o Vox Populi divulgou sua mais recente pesquisa com números ainda melhores para Dilma. Ela aparece agora com 45% dos votos contra 29% do tucano. Ou seja, 16 pontos de diferença e com vitória (já folgada) no primeiro turno.

O melhor desempenho de Dilma é na região Nordeste, e o pior é na região Sudeste. Em Pernambuco, ela teria 66% dos votos, contra 19% de Serra. Já o tucano tem seu melhor desempenho na região Sul e, o pior, no Nordeste. Em São Paulo, Estado que governou até abril, Serra teria 40% dos votos, contra 33% da petista.

Dilma também aparece na frente na pesquisa espontânea, com 32% das intenções de voto, ainda segundo a Vox Populi. José Serra aparece em segundo, com 18%. Na última pesquisa Vox Populi, publicada em 22 de julho, a candidata petista tinha 41%, contra 33% de Serra
.
Vox antecipa …

Dilma vence no 1º turno, diz Ibope

A mais recente pesquisa Ibope – divulgada ontem pelo jornal “O Estado de S. Paulo” e pela “TV Globo” – coloca a candidata Dilma Rousseff 11 pontos à frente do seu principal adversário, José Serra. A petista está agora com 43%das intenções de voto contra 32% do tucano. Marina aparece com 8% e os demais candidatos somam 1%.

Levando-se em conta apenas os votos válidos (sem contar os brancos, nulos e indecisos), Dilma tem 51% das preferências, enquanto Serra tem 38%, Marina, 10% e os demais candidatos, 1%. Ou seja, Dilma prevalece sobre a soma dos demais concorrentes (49%), o que aumenta a possibilidade de vitória em 1º turno da candidata petista. A margem de erro é de 2 pontos percentuais.

A pesquisa, concluída às vésperas do início do horário eleitoral, é a primeira a captar inteiramente os efeitos da série de entrevistas do Jornal Nacional com os candidatos, entre os dias 9 e 11 de agosto. Na última pesquisa Ibope, divulgada no dia 5, a petista tinha 39% e o tucano, 34%.

“Dilma se cons…

Estratégia de campanha de Serra deu ‘100%’ errado - Por Josias de Souza

Todos os planos que José Serra traçara para sucessão de 2010 deram errado. Em consequência, o presidenciável tucano chega à fase do horário eleitoral gratuito, último estágio da campanha, em situação de absoluta desvantagem.

No pior cenário esboçado pelo tucanato, previa-se que Serra iria à propaganda de televisão empatado nas pesquisas com Dilma Rousseff. Deu-se algo mais dramático.

Todos os institutos acomodam Serra atrás de sua principal antagonista. No Datafolha, o fosso é de oito pontos. Vai abaixo um inventário dos equívocos que distanciaram a prancheta do comitê de Serra dos fatos:

1. Chapa puro-sangue: Serra estava convicto de que Aécio Neves aceitaria compor com ele uma chapa só de tucanos. Em privado, dizia que as negativas de Aécio não sobreviveriam a abril. Aceitaria a vice quando deixasse o governo de Minas. Erro.

2. PMDB: O tucanato tentou atrair o PMDB para a coligação de Serra. Nos subterrâneos, chegou-se a levar à mesa a posição de vice. Desde o início, a chance de ac…

Novo patrimônio da Unesco em Sergipe não tem infraestrutura para turistas

VALTER LIMA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA, EM ARACAJU

A cidade de São Cristovão (a 29 km de Aracaju), que abriga a praça São Francisco, conjunto arquitetônico reconhecido como patrimônio histórico da humanidade há duas semanas pela Unesco (braço da ONU para educação e cultura), não possui estrutura para receber turistas.

O município só dispõe de um restaurante e não há pousadas e hotéis. Há ainda carência de guias turísticos e o funcionamento dos museus é limitado. A praça, onde foi construído o convento São Francisco, é um exemplo remanescente do período colonial brasileiro.

De lá, é possível avistar o palácio do período colonial onde funciona o Museu Histórico de Sergipe; e também prédios das ordens religiosas, como o Museu de Arte Sacra e o Convento de São Francisco, além de sobrados e casas.

O conjunto arquitetônico da Igreja e do Convento São Francisco é de 1693. Já o Museu Histórico está no antigo Palácio Provincial, do século 19, que abrigou dom Pedro 2º, em sua visita à cidade,…

"Nem de longe sou tão bom quanto Lula, mas nem ele conseguiu resolver tudo em quatro anos", diz Déda

No primeiro Cinform Convida, o governador Marcelo Déda foi sabatinado por 1 hora e 30 minutos por estudantes, empresários, sindicalistas e jornalistas. Déda fez uma avaliação do atual mandato (em muitos momentos soou como uma prestação de contas) e apresentou propostas para a sua continuidade no Governo (mantendo o discurso da mudança). Educação, Saúde, Economia e Turismo foram os temas principais. A seguir os principais trechos da entrevista (a íntegra está disponível na edição do Cinform desta semana):

Vitória de 2006 e reeleição: "Eu venci ao lado de um grupo de partidos e lideranças as eleições de 2006 com um objetivo muito nítido: mudar a política de Sergipe. Queríamos mudar porque os grupos que dominavam a cena política do Estado já contavam com mais de 40 anos de dominação. Mas a tarefa de transformar Sergipe não é fácil, para que se consiga cumprir em quatro anos. Eu nem de longe sou tão bom quanto Lula, mas nem ele conseguiu resolver tudo em quatro anos. Ele precisou de …

Impressões das entrevistas ao JN

Depois de assistir a participação dos três principais candidatos à Presidência no Jornal Nacional , posso dizer que Dilma Rousseff, Marina Silva e José Serra se sairam muito bem. Dilma conseguiu falar com mais fluência e (sem dúvidas) deixou bem claro que é a candidata do presidente Lula, Marina vendeu bem a ideia de que não é só uma candidata ambientalista e José Serra mostrou que realmente é o mais experiente. Ponto negativo apenas para os apresentadores do telejornal que na angústia de melhor aproveitar o tempo atropelaram por mais de uma vez todos os entrevistados.

Diferente do que li em pretensas análises de líderes partidários e de eleitores mais inflamados, não vi favorecimento nas perguntas para um ou outro candidato. Willian Bonner e Fátima Bernandes souberam manter o mesmo nível de perguntas e fizeram questionamentos de pontos fortes e fracos de cada postulante ao cargo de presidente da República.

Questionaram tanto Serra como Dilma sobre alianças controversas, perguntaram a…

Os bons exemplos de candidatos na Internet

O portal do candidato a deputado federal Almeida Lima, PMDB (www.almeidalimafederal.com.br), é sem dúvidas um dos melhores que vi até o momento. Ainda mais se considerarmos que é um site de um candidato proporcional. No caso dos majoritários, o portal do candidato ao Governo, Marcelo Déda, PT, (www.deda13.com.br) é outro bom exemplo de utilização correta das potencialidades da internet.

Hoje, a partir das 19h, o senador Almeida Lima lançará inclusive o chat do seu portal, com “um descontraído bate-papo”, como informa o comunicado da assessoria de imprensa encaminhado aos jornalistas. “A conversa vai ser boa”, diz o release. Independente de ser ou não eleitor do candidato é interessante acompanhar o chat – e mais do que isso reconhecer nessa atividade uma iniciativa extremamente positiva de diálogo do político com os internautas e potenciais eleitores.

Além do chat, o blog do candidato tem ainda fórum de discussão, espaço para doação online, comunidades, blogs, enquetes, notícias, tran…

Os candidatos, o Twitter e o eleitor

O Twitter realmente tem sido um espaço interessante para a avaliação de discursos dos candidatos e de seus apoiadores nestas eleições. Cada um tenta vender a ideia de que merece o voto do eleitor – ou ainda mais, tenta vender a ideia de que o seu concorrente não merece a confiança dos brasileiros. São criados diariamente uma série de movimentos contra candidatos, além de perfis falsos que descambam para os ataques pessoais, perdendo assim qualquer credibilidade, embora encontre ressonância entre aqueles que pensam da mesma forma.

O microblog é também a rede social do momento. Os candidatos estão no Orkut e no Facebook, mas é no Twitter onde eles concentram esforços para alcançar a simpatia dos internautas/eleitores. Além disso, é do Twitter que saem declarações polêmicas que ganham as páginas dos sites de notícias e os jornais impressos.
Mas enxergo na participação dos políticos no twitter uma peculiaridade: eles pouco ou nada falam de projetos. Muitos transformaram o microblog apena…

Candidatos iniciam campanha na TV e no rádio

A partir da próxima terça-feira, dia 17, começa a disputa midiática eleitoral. Os candidatos estarão na TV e no rádio durante todo o dia em várias inserções, além de 1h40 diária nos programas eleitorais, divididos em dois turnos de 50 minutos. No rádio (7h-7h50) é pela manhã e ao meio dia (12h-12h50) e na TV é no início da tarde (13h-13h50) e no horário nobre (20h30-21h20).

Candidatos a presidente, governador, senador e a deputado federal e estadual estarão no ar em dias alternados para apresentar propostas, divulgar seus nomes e – como sempre ocorre – partir pro ataque contra os adversários. Segundas, quartas e sextas-feiras serão os dias destinados aos candidatos a governador, senadores e deputados estaduais. As terças, quintas-feiras e o sábado ficarão reservados para os candidatos a presidente e deputados federais.

Marcelo Déda terá 7 minutos e 38 segundos na propaganda obrigatória. João Alves terá um pouco menos: 6 minutos e 3 segundos. A professora Avilete, do PSOL, terá 55 segu…

O mal-estar das alianças desobedientes

O assunto do dia – ou melhor, do final de semana – foi o mal-estar gerado em Capela pelo prefeito Sukita ao convidar para o mesmo palanque o governador Marcelo Déda, o senador Valadares e o deputado federal Albano Franco. Depois de uma semana confusa por conta do rompimento de Valadares com Eduardo Amorim (que é o segundo candidato da chapa governista), o evento de Capela expôs como poderão ser desagradáveis todos os próximos atos partidários dos quais Déda participará.

Sem a presença de Amorim, Déda se negou a entrar na casa do prefeito de Capela e assim como Valadares, voltou para Aracaju, deixando Sukita acompanhado apenas do candidato tucano ao Senado, Albano Franco. A candidatura independente de Albano está embaralhando as peças do jogo. Ele entrou no jogo ao final do segundo tempo e ainda assim tem provocado uma série de problemas no fechamento de alianças que respeitem integralmente a coligação Déda/Jackson (governador/vice) – Amorim/Valadares (senadores).

Déda
Déda está tentan…

Mais de 70% dos sergipanos não decidiram voto em deputado

Valadares Filho, Heleno, Rogério, Iran e André Moura lideram disputa para a Câmara. Para a Assembleia, Maria Mendonça e Arnaldo Bispo despontam juntamente com Adelson, Gualberto, Mardoqueu, Goreti Reis e Augusto BezerraSe as eleições tivessem sido realizadas entre os dias 20 a 22 de julho, mais de 70% do eleitorado sergipano ainda não havia decidido em quem votar para deputado estadual e federal. De acordo com a pesquisa Dataform realizada naqueles dias, 77,8% dos entrevistados ainda não sabem em quem irá votar no dia 3 de outubro para a Câmara Federal. Para a escolha dos 24 membros da Assembleia Legislativa, 74,4% dos eleitores permanecem indefinidos.


Dentre aqueles que já se decidiram - o universo fica reduzido entre 22% e 25% - o índice dos candidatos mais citados varia de 0,3% a 2,5% das intenções de voto, o que significa dizer que os que atingiram melhores resultados tiveram entre 3 e 17 citações entre os 1.067 entrevistados pelo Dataform em 25 cidades sergipanas. A pesquisa est…