Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2010

“Não houve nenhuma modificação no cenário”

A declaração que intitula este post foi feita pelo ex-governador de Minas Gerais, Aécio Neves, PSDB, hoje ao justificar a manutenção da sua pré-candidatura ao Senado e ao demover os tucanos da ideia de tê-lo como vice de José Serra, na disputa pela presidência do Brasil.

A fala de Aécio se completa na seguinte frase: “É preciso que essas ansiedades sejam contidas”. O ex-governador de Minas Gerais diz isso no momento em que a oposição está em polvorosa pelo fato da candidata de Lula, Dilma Rousseff, ter empatado com Serra nas intenções de voto dos brasileiros, segundo o Datafolha, o Vox Populi e o Sensus (leia mais sobre isso em dois posts recentes no blog).

Embora oficialmente, os tucanos e seus aliados falem em tranquilidade e manutenção das estratégias, internamente, o grupo já se revela desesperado diante da possibilidade de vitória da candidata-poste do presidente Lula. E olha que a campanha ainda nem começou.

Dilma realmente cresceu, mas Serra continua sendo o favorito. Isso é…

Propaganda de pré-candidatos se vale de disfarces

LUIZ CARLOS DA CRUZ
CRISTIANO MACHADO
PAOLA VASCONCELOS
VALTER LIMA
SÍLVIA FRIAS
PETRÔNIO VIANA
ALEXANDRE PALMAR
FREUD ANTUNES
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA

Políticos de ao menos sete Estados estão fazendo propaganda disfarçada, mesmo com as proibições impostas pela legislação eleitoral.
Os disfarces mais comuns são outdoors com mensagens simpáticas, adesivos com os nomes dos políticos e até faixas de parabéns pelo Dia das Mães. Os pré-candidatos negam que fazem propaganda antecipada.
A propaganda, só permitida depois de 5 de julho, é considerada crime eleitoral se feita antes do tempo e pode render multa de R$ 5.000 a R$ 25 mil, o que já ocorreu em Alagoas e no Acre.
Em Palmas (TO), o deputado estadual Ângelo Agnolin (PDT), pré-candidato à Câmara dos Deputados, disse que distribuiu dez faixas em rotatórias celebrando o Dia das Mães.

Por meio de assessoria, ele afirmou ainda que as faixas também foram colocadas em cidades do interior.
Em Cascavel (PR), o deputado federal Alfredo Kaefer (…

O cenário eleitoral de Sergipe

A pesquisa Dataform divulgada hoje pelo Cinform traz resultados bem interessantes sobre a disputa eleitoral em Sergipe. A alteração mais significativa no cenário de intenção de votos dos sergipanos se dá no crescimento significativo da presidenciável do PT, Dilma Rousseff. Ela cresceu 9,3 pontos percentuais entre fevereiro e maio em Sergipe, segundo a pesquisa do instituto do Cinform Assim, ela praticamente empata com José Serra, do PSDB, na sondagem induzida. Os números: 34,5% para o tucano contra 30,7% de Dilma. São três pontos percentuais de margem de erro, que explicam o possível (e provável) empate. Na espontânea, a petista está na frente (ela tem 17,7% e Serra tem 17,3%)
Na disputa local, para o Governo do Estado, Marcelo Déda (PT) aparece com 39,8% das intenções de voto, seguido pelo ex-governador João Alves Filho (DEM), que pontua em 34,9%. A diferença entre ambos é de 4,9%, número semelhante aos 5% que separava os dois candidatos em fevereiro, quando o Dataform realizou a pesq…

As pesquisas e o empate

Uma semana depois da primeira pesquisa (Vox Populi) apontar Dilma liderando a corrida presidencial nesse período de pré-campanha, o instituto Datafolha confirmou a linha ascendente da candidata petista e a conseqüente estagnação e queda (na maior parte dos cenários) do tucano José Serra. Para encerrar essa rodada de sondagens falta apenas a divulgação da pesquisa Ibope, que ocorrerá nesta semana, e que deve mostrar um quadro semelhante.

Os números do Datafolha são semelhantes aos das pesquisas Vox Populi e CNT/Sensus. Será que a partir de agora, todas as sondagens começarão a falar a mesma linguagem? Eu, particularmente, acredito que sim, Com o passar do tempo, os candidatos estão ficando cada vez mais conhecidos, o interesse pelo assunto está aumentando e a eleição ganha status nacional. O brasileiro vai ficando mais atento à disputa e começa definir o seu rumo eleitoral para outubro, quando nas urnas escolherá o novo presidente do país.

Vamos aos números do Datafolha divulgados ont…

7 vidas do Jornalismo

OTAVIO FRIAS FILHO
Diretor de Redação da Folha de S. Paulo

Jornalistas costumam ser céticos, para não dizer pessimistas. Por dever de ofício, estão acostumados a duvidar das aparências dos fatos, a desconfiar do que dizem as autoridades, a focalizar o que é problemático, falho ou ameaçador.

De tempos em tempos, o assim chamado "negativismo" da imprensa se volta contra ela própria. Foi assim sempre que o advento de mudanças tecnológicas veio afetar o modo de transmissão de informações: o telégrafo, o cinema, o rádio, a TV e agora a internet.
A desorganização do modelo de negócios anterior parece anunciar o apocalipse.

Ninguém contesta, é claro, que a evolução dos meios eletrônicos democratizou o acesso às informações. Nem que a conexão em rede fez surgir uma multiplicidade de formatos jornalísticos, estimulando a diversidade da oferta.

Mas muito desse novo jornalismo tem qualidade discutível, quando não é produto de mera pirataria. Os blogs e o jornalismo cidadão parecem…

Presidente do PT desiste de candidatura a deputado

VALTER LIMA
colaboração para a Agência Folha, em Aracaju
O presidente nacional do PT, José Eduardo Dutra, anunciou hoje que abriu mão da sua candidatura a deputado federal para se dedicar à campanha de Dilma Rousseff (PT) à Presidência. Dutra disse que desistiu de concorrer a pedido da pré-candidata, que fez a mesma solicitação ao deputado federal Antônio Palocci (PT), que seria candidato à reeleição em São Paulo.

"Desde que a companheira Dilma fez esse pedido, eu e o Palocci conversamos muito. Nossa situação é bem parecida. Éramos candidatos com perspectivas favoráveis de vitória, mas entendemos que era nossa obrigação atender ao pedido da Dilma", disse Dutra.

Sobre a possibilidade de assumir um ministério caso Dilma Rousseff vença as eleições, Dutra disse que "não há nenhuma questão colocada". "A minha decisão de desistir da candidatura não tem vinculação com quaisquer promessas para ocupar cargos num futuro governo."

O governador de Sergipe, Marcelo Déd…

Será que Dilma vira o jogo?

A primeira pesquisa a colocar a petista Dilma Rousseff à frente do ex-governador de SP, José Serra, PSDB, foi divulgada nesta noite. O instituto Vox Populi informa que segundo sondagem realizada entre os dias 8 e 13 de maio, Dilma tem 38% das intenções de voto, contra 35% de Serra. Marina Silva do PV aparece com 8%, mesmo índice de votos brancos e nulos. Outros 11% são de indecisos.
A margem de erro é de 2,2 pontos percentuais, o que revela verdadeiro empate técnico entre os dois principais candidatos, mesmo dado já antecipado pela pesquisa do Instituto Sensus em abril. Mas diferente da sondagem do Sensus, na do Vox Populi, Dilma tem a dianteira. Ou seja, é um momento importante e que não pode ser desprezado pela equipe de campanha da ex-ministra e muito menos pela oposição. Tudo bem que a presidenciável petista foi beneficiada pelas inserções partidárias obrigatórias da TV e do rádio que foram veiculadas na semana passada, mas ainda assim o resultado dessa pesquisa coloca em xeque as d…

“A campanha já está nas ruas”

A frase acima que intitula este post foi dita pelo ministro Arnaldo Versiani ontem no ‘Encontro Imprensa e Eleições’, promovido pela Associação Nacional de Jornais (ANJ). Ele é o responsável por relatar ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) as regras das eleições deste ano e considera natural que a campanha ganhe mais espaço durante este período pré-eleitoral.
“A verdade é que a campanha já está nas ruas, até com a aparição de pré-candidatos. Eu, sinceramente, sou do ponto de vista de que a propaganda deveria ser permitida, e até ser estendida. O período eleitoral propriamente dito, após 5 de julho, talvez seja muito curto”, disse Versiani.

Ainda assim, o ministro ressalta que a Justiça deve coibir abusos, mas fez uma afirmação muito interessante e correta sobre a veiculação de inserções dos candidatos na mídia: “Quanto mais propaganda, quanto mais a gente pudesse conhecer os candidatos, melhor seria”. Vale lembrar, no entanto, que o ministro votou em março pela aplicação de multa d…

A propaganda do PT: eleitoreira?

As emissoras de TV começaram a veicular nesta noite as últimas inserções obrigatórias do Partido dos Trabalhadores (PT) antes do período de campanha eleitoral. Sobre isso, eu já tinha lido que estes comerciais funcionariam como um teste para a candidata do PT, a ex-ministra Dilma Rousseff, e serviriam para testar sua capacidade de crescimento nas pesquisas. Pelo que vi, o partido não poupou esforços e produziu uma peça de qualidade, mas acho que a oposição e o Tribunal Superior Eleitoral vai entrar com uma ação por propaganda eleitoral antecipada. Avalie.

Vejamos o texto da propaganda número 1:

“No Governo do Lula, 24 milhões de brasileiros saíram da miséria e 31 milhões passaram para a classe média. Quem você acha que pode fazer com que cada vez mais gente saia da pobreza, passe para a classe média e prospere na vida? Uma pessoa que tenha a mesma visão de Lula ou alguém que fez parte de um Governo que aumentou o desemprego, os impostos e pouco reduziu a pobreza? O Brasil não pode vol…

Os questionamentos das chuvas

A chuva está recomeçando em Sergipe. Espero que seja por um tempo curto, pois o Estado não está em condições de receber novos temporais. O Governo não conseguiu do presidente Lula todo o dinheiro que pleiteou e as famílias que tiveram que sair de suas casas no mês passado permanecem abrigadas em escolas, em condições nada confortáveis.De acordo com reportagem do Portal Infonet, a chuva deve durar toda a semana, mas não com o volume excessivo de abril. Ainda assim, a situação de Sergipe não é boa, pois junho deve trazer mais temporais e a situação de caos do mês passado deve se repetir (veja vídeo de matéria da Tv Sergipe).Infelizmente.Falta ao Governo de Sergipe e às prefeituras da Grande Aracaju um projeto de reforma estrutural da região metropolitana. Um projeto ambicioso, mas que determine mudanças na forma de se abrir vias, de se alargar canais e de se proibir novas construções em áreas impróprias.Esta é uma questão que deve ser analisada e trabalhada durante os 12 meses de cada u…

As alianças da oposição e o perigo do palanque dividido

O lançamento do site do deputado federal Mendonça Prado ontem se transformou no mais importante evento promovido pela oposição em Sergipe até o momento. Não que o site tenha algo de fantástico, não é isso. O site é bom, muito bem feito e planejado, mas seu lançamento se tornou coadjuvante diante das presenças do ex-governador João Alves, da senadora Maria do Carmo – que há muito não participava de eventos políticos –, do deputado federal Antônio Carlos Magalhães Neto e do deputado federal Paulo Bornhausen, líder do DEM na Câmara, além de políticos sergipanos – todos do Democratas. À exceção ficou por conta do ex-deputado federal João Fontes.

A festa era da oposição, que pela primeira vez afirmou com todas as letras que João Alves será sim candidato ao Governo de Sergipe. Além disso, as entrevistas e o discurso do deputado ACM Neto trataram da importância que é para a oposição a vitória de José Serra na disputa pela presidência do país. Outro ponto assinalado repetitivamente pelo parlam…