quinta-feira, 27 de maio de 2010

“Não houve nenhuma modificação no cenário”

A declaração que intitula este post foi feita pelo ex-governador de Minas Gerais, Aécio Neves, PSDB, hoje ao justificar a manutenção da sua pré-candidatura ao Senado e ao demover os tucanos da ideia de tê-lo como vice de José Serra, na disputa pela presidência do Brasil.

A fala de Aécio se completa na seguinte frase: “É preciso que essas ansiedades sejam contidas”. O ex-governador de Minas Gerais diz isso no momento em que a oposição está em polvorosa pelo fato da candidata de Lula, Dilma Rousseff, ter empatado com Serra nas intenções de voto dos brasileiros, segundo o Datafolha, o Vox Populi e o Sensus (leia mais sobre isso em dois posts recentes no blog).

Embora oficialmente, os tucanos e seus aliados falem em tranquilidade e manutenção das estratégias, internamente, o grupo já se revela desesperado diante da possibilidade de vitória da candidata-poste do presidente Lula. E olha que a campanha ainda nem começou.

Dilma realmente cresceu, mas Serra continua sendo o favorito. Isso é fato, mas parece que a oposição não acredita nisso e já vê com reservas a candidatura do ex-governador de São Paulo.

A afirmação de Aécio é a mais sensata dos últimos dias. Realmente não houve mudança no cenário político. Era lógica a possibilidade de crescimento de Dilma, já que o presidente Lula continua num momento excepcional da sua carreira política e no programa de TV do PT, ele foi o garoto-propaganda do produto Dilma.

Mas ainda é preciso cautela, cuidado. Como disse Aécio, é preciso conter ‘essas ansiedades’. Também acredito que a manutenção do ex-governador de Minas Gerais na disputa ao Senado é a melhor decisão. Nessa posição, ele já está consolidado. Mudar agora revelaria desespero velado do PSDB.

Ainda é cedo para dizer quem irá ganhar esta eleição e a oposição precisa deixar de acreditar na candidata da situação e botar fé no seu candidato, o ex-governador de São Paulo.
Leia mais:
Aécio descarta ser vice de Serra e diz que aliados precisam conter a ansiedade
Aécio chama de piada acusação de "falta de patriotismo" por rejeitar vice
Aécio vai disputar Senado e pede calma aos aliados

Nenhum comentário: