Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2011

Lula, o escudo

Por Kennedy Alencar, da Folha.com

Quando ainda era presidente, Luiz Inácio Lula da Silva cometeu um erro estratégico em relação ao próprio futuro. Deu corda em excesso à versão de que não daria palpites no governo Dilma, de que precisa "desencarnar" da Presidência, de que se dedicaria a retiros de pescaria.

Era uma forma de amenizar críticas a uma eventual tutela sobre o futuro governo. O jornalista João Santana, marqueteiro da campanha petista, insistia na tese de que era preciso eleitoralmente aproveitar a proximidade com Lula, mas também começar a construção do que seria o governo Dilma --aquela ideia meio esquisita de ocupar o espaço de rainha no imaginário dos brasileiros.

Os elogios ao estilo Dilma (administrativo, sereno, pouco loquaz) duraram até a primeira crise do governo, evento que acontece com todos os governos. De repente, as qualidades viraram defeitos. A política é como ela é. E a imprensa também. Por isso, Lula entrou em campo.

Crises precisam …

Código Florestal: a emenda saiu pior do que o soneto", diz Márcio Macêdo

“Um retrocesso para o Brasil”. É deste modo que o deputado federal Márcio Macêdo (PT) define o novo Código Florestal aprovado nesta terça-feira, 24, pela Câmara. Um dos parlamentares que votou contra o projeto, Márcio diz que o texto final apresenta, ao menos, dez pontos negativos que colocam em risco a biodiversidade brasileira. Além disso, o deputado sergipano ressalta que a emenda 164, também aprovada pelo parlamento, “é ainda pior” do que o substitutivo do deputado federal Aldo Rebelo (PC do B/SP). “A emenda saiu pior do que o soneto”, afirma.

Márcio Macêdo avalia que a nova versão do Código Florestal é mais atrasada do que os dois textos anteriores, construídos em 1934 e em 1965. “Os ruralistas dos tempos atuais são mais conservadores do que a aristocracia rural que dominava a política nas primeiras décadas do século passado e que produziram a primeira versão do Código Florestal. O texto seguinte, do período da ditadura militar, que criou o Conselho Nacional do Meio Ambiente, mo…

Programação do Forró-Caju 2011

O prefeito Edvaldo Nogueira anunciou nesta sexta-feira, 20, a programação oficial do Forró Caju 2011, que será realizado de 17 a 29 de junho. Este ano, a festa chega a sua 18ª edição. 133 atrações vão se apresentar no grande arraial montado entre os mercados municipais, no Centro Histórico da capital sergipana, para um público médio de 100 mil pessoas por noite.

O arrastapé será comandado por bandas e artistas renomados, como Aviões do Forró, Flávio José, Mastruz com Leite, Cavaleiros do Forró, Calcinha Preta, Forró Maior, Dominguinhos, Zé Ramalho, Alceu Valença, Calypso, Estakazero, Gatinha Manhosa, Genival Lacerda, Fagner, Garota Safada, Forró dos Plays, Geraldinho Lins, Forró do Muído, Jorge de Altinho, Elba Ramalho, Saia Rodada, Trio Nosdestino, Adelmário Coelho, Falamansa e Limão com Mel. Tem forró de todos os estilos para agradar os mais variados gostos.

Na programação também não vão faltar artistas sergipanos, a exemplo de Clemilda, Orquestra Sanfônica de Aracaj…

Mulher do milagre de irmã Dulce se diz surpresa com repercussão

VALTER LIMA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA, DE MALHADOR (SE) 

A sergipana Cláudia Cristiane dos Santos Araújo, agraciada com um milagre atribuído pela Igreja Católica a irmã Dulce (1914-1992), se diz "surpresa" com a repercussão da divulgação de seu nome, na sexta-feira (13) passada.

Funcionária pública no município de Malhador (52 km de Aracaju, SE), Cláudia foi curada de uma hemorragia pós-parto em 2001 depois de já ter sido desenganada pelos médicos.

A cura veio após o padre José Almi de Menezes rezar e pedir a intercessão de irmã Dulce, conforme a versão referendada pelo Vaticano.

Apesar de a Igreja já ter reconhecido o milagre no ano passado e considerá-lo parte do processo de beatificação da freira brasileira, o nome de Araújo era mantido em segredo até a última semana.

Em entrevista à Folha, Cláudia disse estar muito feliz com o reconhecimento da Igreja, mas afirmou que não esperava tanta repercussão.

"Eu sabia que a irmã Dulce seria beatificada, mas não p…

Márcio Macêdo apresenta projeto de lei que prorroga benefícios de empregados domésticos

O deputado federal Márcio Macêdo (PT) apresentou na última quinta-feira, 12, o pedido de prorrogação do projeto de lei nº 9.250, que instituiu a dedução da contribuição patronal paga à Previdência Social pelo empregador doméstico do Imposto de Renda. No projeto, Márcio propõe que esse benefício se estenda por mais cinco anos.
Em sua justificativa, o parlamentar argumenta que tal lei foi primordial para o aumento dos registros de empregados domésticos. “Os resultados alcançados com a instituição desse benefício têm sido significativos. Segundo estimativa feita à época pela Secretaria da Receita Federal, esperava-se que 700 mil empregados domésticos sairiam da informalidade entre os anos de 2006 a 2010”, ressalta Márcio.

Com o projeto apresentado por Márcio, a tendência é que este número aumente e mais empregados domésticos saiam da informalidade e tenham seus benefícios garantidos por lei. “Como a vigência do benefício somente foi prevista até o final de 2011, o projeto apresentado vis…

Hospital do Câncer se vier será uma obra de todos e não de um só

Por Antônio Carlos Valadares, senador da República pelo PSB/SE

Acho normal a defesa de projetos de campanha. Contudo, ao tentar atingir gratuitamente pessoas que podem se engajar nessa luta, passam a impressão que preferem escurraçar para não obterem apoio e, depois, usarem isso como arma de campanha. Parlamentares podem ajudar assinando verbas, como eu fiz e tantos outros também fizeram, apoiando investimentos no setor saúde. Parlamentar não tem poder para executar, mas para legislar. Cada um deve exercer o seu verdadeiro papel, sem invadir as atribuições do executivo, sem querer enganar a população com uma tarefa que não lhe cabe.

Não acho correto alguém querer tomar a paternidade de uma obra, quando, para ser construída, precisa do apoio de todos, a partir do apoio de nossa bancada federal, da presidenta da República, e da ação do governador, a quem compete, por mandamento constitucional a iniciativa de sua execução.

Não será através do confronto e do personalismo inconsequente que…

Márcio Macêdo inova ao realizar entrevista em vídeo com internautas

O deputado federal Márcio Macêdo (PT) realizou nesta segunda-feira, 9, a primeira entrevista em vídeo com perguntas feitas exclusivamente por internautas, através das redes sociais. Denominada “Twitcam”, a iniciativa é inédita entre políticos sergipanos. Através de uma webcam (câmera de computador), o parlamentar respondeu ao vivo a uma série de perguntas enviadas pelos internautas através do Twitter, do Facebook e do Orkut. Com a Twitcam, o deputado figurou na lista dos nomes mais citados nas redes sociais de Aracaju.

Através do seu perfil no Twitter (@marciomacedopt), o parlamentar sergipano fez um balanço da sua atuação parlamentar nestes primeiros 100 dias de mandato e respondeu a perguntas sobre o andamento das discussões em torno do Código Florestal e a Reforma Política. Questões ambientais também estiveram presentes na Twitcam. Internautas fizeram perguntas sobre a poluição das praias e a situação dos rios sergipanos, por exemplo.

Os dois primeiros projetos de lei apresentados…

IPCA de abril já mostra queda na inflação, diz Mantega

Por Ana Carolina Oliveira, da Folha de S. Paulo

O ministro Guido Mantega (Fazenda) disse nesta sexta-feira que o resultado do IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) de abril mostra que a inflação no Brasil já está desacelerando. O índice registrou inflação de 0,77% em abril, praticamente estável em relação a março, quando a variação foi de 0,79%. Segundo Mantega, o IPCA de abril já apresenta uma queda e está abaixo das expectativas do mercado.

"Ele ainda está alto, porém, já mostra uma tendência de queda da inflação. O pior momento da inflação está passando, está sendo deixado para trás em abril e a partir de maio os preços vão começar a cair no Brasil, de modo que a inflação estará sob controle", afirmou o ministro.

Nos últimos 12 meses, encerrados em abril, o IPCA registrou variação de 6,51% --superior ao centro da meta do governo, de 4,5%, e acima do teto, que prevê dois pontos de tolerância (6,5%). Mesmo com esse resultado, Mantega acredita que o índice ainda está…

Falta de consenso adia votação do Código Florestal para a próxima semana

A votação do projeto do novo Código Florestal, que inicialmente ocorreria nesta semana foi adiada para a próxima terça-feira, 10, por conta da falta de consenso em dois pontos do texto. O Governo Federal e os ambientalistas cobram alteração no trecho relativo às áreas consolidadas (já plantadas) e à recomposição da reserva legal. Desde o reinício das discussões em torno do projeto substitutivo do código, que tem como relator o deputado federal Aldo Rebelo (PC do B/SP), que a bancada ambientalista e o Governo cobram mudanças no texto. 

Para o deputado federal Márcio Macêdo (PT), autor do requerimento que reabriu o debate sobre os pontos polêmicos do código, o bom senso prevaleceu na decisão de adiar a votação para a próxima semana. “Teremos assim mais tempo para construir o consenso nos pontos que ainda faltam. O que queremos é que o texto legal incorpore as propostas do Governo, para que o novo Código Florestal reflita um Brasil que seja responsável com os recursos naturais, continu…

“Queremos que Aldo Rebelo entre em acordo com o Governo e não quebre os consensos", afirma Márcio

Responsável pelo reinício das discussões em torno do novo Código Florestal, o deputado federal Márcio Macêdo (PT) tem participado ativamente das negociações finais para que o projeto final que será levado ao plenário da Câmara Federal nesta quarta-feira, 4, absorva as propostas de consenso apresentadas pelo Governo Federal. O substitutivo do código, que tem como relator o deputado federal Aldo Rebelo (PC do B) possui uma série de pontos polêmicos que, segundo Márcio Macêdo, prejudicará, de forma substancial, o meio ambiente. Durante toda esta quarta-feira, os deputados estão discutindo o tema.

Desde o início desta semana, o parlamentar sergipano tem cobrado do relator do projeto um texto final que respeite, na mesma medida, o meio ambiente, o agronegócio e a agricultura familiar. Ele tem participado das discussões sobre o código junto à bancada do PT na Câmara, com ministros, com o presidente da Câmara, deputado federal Marco Maia, com o relator Aldo Rebelo, com a bancada do PV e com …

STF pode reconhecer hoje união homoafetiva como entidade familiar

Por Naiara Leão, do Portal IG

O Supremo Tribunal Federal (STF) pode decidir nesta quarta-feira se os casais homossexuais terão os mesmos direitos e deveres dos companheiros do mesmo sexo nas uniões estáveis. Duas ações sobre a união homossexual estão na pauta de julgamento. A primeira, proposta pela Procuradoria Geral da República, pede o reconhecimento desse tipo de união como entidade familiar. A segunda é do governo do Rio de Janeiro que quer estender aos funcionários públicos gays o regime jurídico de união estável.

A princípio as ações têm efeito vinculante, ou seja, o que for decidido sobre elas deve ser adotado em todos os outros tribunais e órgãos administrativos da União. Isso significa que o STF tem o poder estender aos casais homossexuais 112 direitos que hoje só são concedidos às uniões do mesmo sexo, segundo a especialista em direito homoafetivo e vice – presidente do Instituto Brasileiro de Direito da Família, Maria Berenice Dias.

Os homossexuais poderão, por exemplo, pe…

Aliança "compulsória" entre DEM e PSDB deixará tucanos em frangalhos em Sergipe

A informação de que o DEM e o PSDB avançam na formalização de uma "união compulsória" com vistas ao pleito de 2012 levará a sigla tucana a perder ainda mais força em Sergipe. Sem qualquer apreço pelo DEM (liderado pelo ex-governador João Alves Filho), os poucos que ainda restam no PSDB deverão buscar outro caminho. Alguns tucanos já anunciaram voo para outras siglas, por conta da saída do ex-governador Albano Franco da liderança do partido para abrir espaço para o empresário Adierson Monteiro. Com a aliança com o DEM, o quadro irá se agravar.

O que o DEM e o PSDB nacional estão alinhavando é uma união cuja ação principal será "dogmatizar" as alianças municipais entre os dois partidos: nas cidades em que o PSDB for mais forte, o DEM apoiará o candidato a prefeito, assim como os tucanos defenderão as candidaturas dos democratas nos locais onde estes tiverem mais chances de vitória. Isto não dará certo em Sergipe, principalmente em Aracaju, onde Adierson Monteiro (que…

Na TV, Lula e Dilma falam da força do PT, se voltam pra pobres e classe média e reforçam bandeiras

A propaganda político-partidária do Partido dos Trabalhadores está no ar desde ontem. São cinco vídeos de 30 segundos que se revezam durante a programação das TVs abertas. Falam das eleições de Lula e Dilma, de Reforma Política, de Educação, de Saúde, do protagonismo feminino e não esquece de se direcionar claramente para "os pobres que querem melhorar de vida" e para "a classe média que quer mmelhorar ainda mais o atual padrão".

Peças muito bem feitas e que vendem o mesmo otimismo da propaganda eleitoral da então candidata Dilma Rousseff no pleito de 2010. As tomadas, o jogo de imagens e o tom do discurso é bem semelhante. É o "novo Brasil" ou, se preferir, "o Brasil que dá certo".

No primeiro vídeo (o melhor deles), o ex-presidente Lula e a atual comandante do país, Dilma Rousseff, são os protagonistas. Há uma sobreposição das vozes de ambos que se alternam na descrição das conquistas do PT nos últimos oito anos.

No jogo de palavras, eles fal…