domingo, 13 de março de 2011

"Estamos despolitizados, faltam convicções", diz Rogério, sobre militância petista

Têm faltado à militância petista mais engajamento e articulação na hora de fazer a defesa da administração do governador Marcelo Déda (PT). A constatação foi feita pelo deputado Federal Rogério Carvalho (PT), na manhã deste sábado, 12, durante discurso feito na Plenária que expôs a centenas de partidários as bandeiras de luta que seu mandato deverá incorporar até 2014.

Durante o encontro, em que estiveram presentes integrantes petistas dos Setoriais de Saúde, Educação, Juventude, Cultura, Mulheres, Negros e Negras, Rogério evidenciou a apatia com que militantes do partido vêm acompanhando os principais embates políticos no estado, sobretudo aqueles travados nos veículos de comunicação.

“Precisamos construir uma militância mais articulada e aguerrida. Estamos despolitizados. Faltam convicções. Sem convicção não se avança, não se desenvolve. Do contrário, como poderemos fazer a defesa do nosso projeto?”, questionou Rogério.

De acordo com ele, a administração Estadual vem sofrendo com injúrias, acusações mentirosas e com um debate forjado no campo do poder simbólico. “Não podemos ficar omissos enquanto um deputado vai à imprensa desqualificar os hospitais e clínicas que construímos. Isso serve para todas as áreas da administração, a defesa precisa ser feita”, advertiu.

Plenária

A Plenária também abriu ao debate com a militância do partido os mandatos dos deputados Estaduais Francisco Gualberto e João Daniel, e dos vereadores Emanuel Nascimento e Professora Rosângela.

Representantes de cada setorial discursaram sobre os principais desafios do partido para os próximos anos e elaboraram um documento, que foi entregue a cada parlamentar. Também participaram da plenária os prefeitos de Umbaúba e Pedra Mole, Anderson e Clevinho, respectivamente, além de vereadores e lideranças políticas de diversos municípios.

“Estamos colocando nossos mandatos à disposição para que possamos avançar unidos e superando os desafios”, discursou Rogério. Ele também destacou a força do novo bloco político encabeçado pelos cinco parlamentares. “Este é o surgimento de uma nova força política dentro do partido. São mandatos articulados, com força de convergência. Mandatos dispostos a enfrentar os grandes debates da sociedade, inclusive os internos do partido”.

Nenhum comentário: