terça-feira, 1 de março de 2011

"É possível que muita coisa a gente resolva com o dinheiro que tem", diz Dilma sobre CPMF

A presidente Dilma Rousseff admitiu nesta terça-feira iniciar um debate sobre a volta de uma contribuição exclusiva para a saúde, nos moldes da extinta CPMF, caso um diagnóstico que está sendo feito pelo governo indique que efetivamente faltam recursos para o setor.

Durante participação no programa "Mais Você", da TV Globo, apresentado por Ana Maria Braga, Dilma falou sobre a possível volta da CPMF enquanto cozinhava uma omelete."Eu acho que essa conversa está feita da forma errada. Para a gente saber se precisa ou não precisa de CPMF, a gente precisa saber para quê", afirmou.

"Estamos fazendo um diagnóstico de como é o atendimento básico no Brasil. Depois que tiver outros olhos com relação à saúde, se faltar dinheiro, vamos abrir a discussão com a sociedade", reiterou Dilma, que não estipulou prazo para a conclusão desse estudo interno do governo. "O que nós achamos é que é possível que muita coisa a gente resolva com o dinheiro que tem."

Foi a primeira vez que a presidente falou diretamente sobre o assunto, desde que a recriação da CPMF voltou à tona, após encontro de governadores do Nordeste, na semana passada, em Sergipe. Na ocasião, a falta de recursos para a saúde desses Estados foi um dos principais pontos da pauta de discussão com a presidente. Os governadores da região se dividem no apoio à volta de uma contribuição compulsória para a saúde.

Com informações da Folha.com

Nenhum comentário: