segunda-feira, 17 de janeiro de 2011

Déda e Edvaldo iniciam hoje reuniões de monitoramento da Saúde

O governador Marcelo Déda (PT) e o prefeito de Aracaju, Edvaldo Nogueira (PC do B), dão início hoje às reuniões de monitoramento da Saúde Pública de Aracaju e de Sergipe. Os secretários de Saúde Antônio Carlos Guimarães (Estado) e Silvio Santos (município) também participam do encontro.

O objetivo é “quebrar os gargalos” existentes e trabalhar em cooperação para resolver os problemas do setor. O foco principal é a capital, para onde fluem os casos mais graves e onde os hospitais estão sempre superlotados. De acordo com Déda, a Saúde é a prioridade número 1 do seu novo Governo. “Terei a condução política do problema”, ressalta o governador.

A Saúde de Sergipe, desde a semana passada, está sendo gerida pelo médico Antônio Carlos Guimarães, que antes presidia a Fundação Hospitalar. Em entrevista que me concedeu antes de assumir o cargo, o novo secretário disse que vai ouvir as entidades de classe, os servidores e população para detectar os principais problemas e tentar resolvê-los.

Na proposta de Guimarães está a manutenção do projeto de reforma sanitária iniciada pelo ex-secretário Rogério Carvalho. Nessa proposta está a integração com os municípios e a descentralização dos serviços, colocando pra funcionar os hospitais regionais, que desafogarão o Hospital de Urgência de Sergipe – Huse.

Nenhum comentário: