segunda-feira, 13 de dezembro de 2010

Presidência da Câmara: Déda entra, Amorim sai

Reportagem do Universo Político afirma que o apoio do governador Marcelo Déda (PT) à candidatura do vereador Emanuel Nascimento (PT) para a presidência da Câmara de Vereadores de Aracaju levou o empresário Edvan Amorim (PSC) a se afastar da disputa. Amorim trabalhava pelo fortalecimento da candidatura do vereador Robson Viana (PT).

No final de semana, pressentindo que o resultado poderia não lhe ser favorável, Déda afirmou que apoiaria a entrada do prefeito Edvaldo Nogueira (PC do B) na coordenação política do processo sucessório da Câmara. Como o prefeito é mais afeito a Emanuel, ficou subentendido que o governador é favorável a permanência do atual presidente no comando da Câmara.

Ao se dar conta da entrada de Déda no jogo, Amorim recuou. Ele já havia conversado com alguns vereadores para apoiar a candidatura de Robson Viana. Edvan, que está em viagem, disse ao Universo Político que, de fato, chegou a tratar da campanha de Robson Viana, mas que, neste momento, estava recuando.

"São dois nomes do PT, Robson e Emmanuel. E agora, com a entrada do governador Marcelo Déda, não acho correto tomar partido. Somos todos de um só grupo", explicou o empresário, que é líder político do PSC e das siglas aliadas.
 
Ao que parece, mais uma vez, Robson nadou, nadou, mas morrerá na praia. Agora resta esperar por quarta-feira, dia da eleição, para que a vitória de Emanuel se confirme. Depois disso, nos resta também aguardar pelo posicionamento de Robson em 2011. Será que ele fará mesmo oposição ao prefeito?

Nenhum comentário: