quinta-feira, 9 de dezembro de 2010

Dilma formaliza mais dez ministros; agora, faltam 21

Dilma Rousseff autorizou a formalização de mais dez ministros de sua equipe. Vão abaixo os nomes (Cinco nomes do PMDB, três do PT, um do PR e um da cota pessoal da eleita):

1. Agricultura: Wagner Rossi (atual ministro, do PMDB-SP)

2. Previdência: Garibaldi Alves (PMDB-RN)

3. Turismo: Pedro Novais (PMDB-MA)

4. Minas e Energia: Edison Lobão (PMDB-MA)

5. Secretaria de Assuntos Estratégicos: Moreira Franco (PMDB-RJ)

6. Secretaria de Direitos Humanos: Maria do Rosário (PT-RS)

7. Secretaria da Pesca: Ideli Salvatti (PT-SC)

8. Comunicações: Paulo Bernardo (PT-PR)

9. Transportes: Alfredo Nascimento (PR)

10. Comunicação Social da Presidência: Helena Chagas

Com estes, subiu para 16 o número de ministros já formalizados por Dilma. Antes, haviam sido divulgados os seguinte nomes:

1. Casa Civil: Antonio Palocci (PT-SP)

2. Secretaria-Geral da Presidência: Gilberto Carvalho (PT-SP)

3. Justiça: José Eduardo Cardozo (PT-SP)

4. Fazenda: Guido Mantega (PT-SP)

5. Planejamento: Miriam Belchior (PT-SP)

6. Banco Central: Alexandre Tombini.

Na próxima semana, Dilma deve continuar conversando com os aliados para fechar novos integrantes do primeiro escalão. A expectativa é de que sejam fechados nomes do PSB. Ontem, Dilma iniciou as conversas com o presidente do PSB e governador Eduardo Campos (Pernambuco). É a partir desta conversa que o nome do senador Valadares deve entrar em pauta.

Na nota divulgada ontem com os 10 nomes, Dilma pede integração aos futuros ministros: "A presidenta eleita determinou a seus novos auxiliares que trabalhem de forma integrada com os demais setores do governo para dar cumprimento a seu programa de desenvolvimento com distribuição de renda e estabilidade econômica, assegurando a melhoria de vida de todos os brasileiros".

Para completar a equipe, Dilma terá de anunciar mais 21 nomes. Considerando-se que ela se autoimpôs a data de 15 de dezembro, restam-lhe seis dias.

Nenhum comentário: