sexta-feira, 26 de novembro de 2010

Polícia prende três suspeitos de participação em atentado contra presidente do TRE-SE

Publicada originalmente na Folha.com

VALTER LIMA
COLABORAÇÃO PARA A FOLHA, DE ARACAJU

A Polícia de Sergipe prendeu na tarde de ontem, na cidade de Petrolina, em Pernambuco, três homens suspeitos de participação no atentado contra o presidente do TRE (Tribunal Regional Eleitoral) do Estado, desembargador Luiz Mendonça, ocorrido em 18 de agosto deste ano. Eles confessaram participação no crime, segundo o secretário da Segurança Pública, João Eloy Menezes.

Um quarto homem suspeito de participação no caso está sendo procurado pela polícia. Todos os quatros suspeitos têm ligação com o foragido da Justiça sergipana Floro Calheiros, que é considerado pela polícia como o mandante do atentado. De acordo com a secretaria, os três homens foram capturados numa área rural de Petrolina (PE). Um deles é um ex-policial pernambucano.

Eles resistiram à prisão e trocaram tiros com a polícia. Um deles, conhecido como Bili, foi atingido com um tiro.

Floro estava preso por participação em um crime de queima de urnas no município sergipano de Canindé do São Francisco, em 2001. À época, o Ministério Público determinou a intervenção no município e promotores realizaram uma força-tarefa, descobrindo, no final das investigações, um esquema de desvio de dinheiro.

Cerca de 40 policiais, entre militares e civis, participaram da ação que terminou com a prisão dos três homens. Uma parte desses policiais ainda está em Petrolina na busca do quarto envolvido. Os três presos estão sendo levados para Aracaju (SE).

Nenhum comentário: