terça-feira, 20 de julho de 2010

Mais de 50% das câmaras de Sergipe estão envolvidas em esquema de corrupção

Quando se descobre um ato de corrupção de um político ou instituição, geralmente nos deparamos com uma realidade ainda mais dura: ele não estava sozinho no ato de picaretagem e não representa um caso isolado. O presidente do Tribunal de Contas do Estado de Sergipe, Reinaldo Moura, disse hoje que mais de 50% das câmaras municipais estão envolvidas na realização de falsos congressos para vereadores.

Depois de a polícia descobrir o esquema e prender alguns vereadores no mês passado, durante a Operação Minerva em Sergipe, os “congressos de borda de piscina” passaram a ser investigados e até o momento, a Secretaria de Segurança Pública já identificou que mais da metade das câmaras municipais estão envolvidas na contratação dos falsos eventos, para uso ilícito de recursos públicos.

“Têm câmaras que só aparece uma vez nesses congressos. Mas têm outras que a coisa acontecia, sistematicamente, em todos os cursos. E têm prefeituras envolvidas também", afirmou o presidente do TCE, em entrevista ao programa Liberdade Sem Censura, na rádio Liberdade FM. Os vereadores fingiam estar participando de cursos de capacitação quando na verdade estavam se divertindo em luxuosos hotéis, na Bahia e em Alagoas.

Tomara que este caso de corrupção não redunde em impunidade – como acontece com tantos outros. A SSP continua investigando e novas prisões poderão ser deflagradas. A informação de mais da metade dos vereadores sergipanos está envolvida nisso suscita uma reflexão aos eleitores: que tipo de parlamentar está sendo eleito em Sergipe?

As novas eleições marcadas para o próximo dia 3 de outubro devem servir para que os eleitores mostrem que estão mais conscientes e que saberão escolher com mais atenção e cuidado os representantes do Poder Legislativo – tanto os 24 deputados estaduais como os oito federais, além dos dois senadores para Sergipe. É o que eu espero!

Leia mais:
Mais da metade das Câmaras estão envolvidas no esquema dos falsos congressos
Farra de vereadores com dinheiro público termina em prisão

Nenhum comentário: