Pular para o conteúdo principal

Metas para ser um bom jornalista

• Escreva ao máximo - pode ser para os exercícios da faculdade, um blog, um jornal local. Exercite sua redação.

• Produza multimídia - aprenda tudo sobre a web, aprenda a filmar e fotografar, a editar vídeos, áudios, fotos, aprenda os principais códigos da web.

• Respeite os deadlines - comece a fazer o trabalho assim que o receber, não fique adiando para o último minuto.

• Crie coragem - o mundo precisa de mais pessoas que queiram e saibam fazer perguntas difíceis. Pesquise, aprofunde-se e seja capaz de fazê-las.

• Procure por melhores histórias por baixo da superfície - seja relevante para seu leitor. Traga histórias mais profundas, ângulos diferentes e contextos para os textos.

• Aprenda a escrever - é fundamental não só conhecer as regras gramaticais, a correta ortografia do seu idioma (e ferramenta de trabalho), como também as padronizações e estilos dos veículos em que pretende trabalhar.

• Seja 100% ético - lembre-se que sua reputação e credibilidade são tudo.

• Trate todos os seus trabalhos de faculdade como o próximo passaporte para um emprego - porque são, mesmo, seu cartão de visitas.

• Candidate-se às vagas - porque elas não caem do céu.

• Converse com seus professores - eles têm várias histórias para contar, coisas para ensinar e contatos a oferecer.

• Comece a enviar pautas para publicações - faça deste o ano em que você conseguiu publicar algo e ainda recebeu por isso!

• Faça aulas de como montar seu próprio negócio.

• Seja empreendedor.

• Aprenda mais - a faculdade não vai te ensinar tudo. Busque informações grátis na internet, leia sobre assuntos que te interessem, especialize-se em sua paixão.

• Leia - de tudo, vorazmente, mas foque em textos de qualidade.

• Ensine - você pode saber o que seus colegas não sabem. Que tal compartilhar o que aprendeu em um blog, por exemplo?

• Faça as pessoas se lembrarem de seu nome.

• Seja uniforme na forma de escrever, nos acompanhamentos de suas fontes, no respeito aos prazos e em sua presença nas redes sociais.

• Seja profissional, mas não chato - melhore o email borboletinhaazul@gmail.com, tire as fotos comprometedoras da internet, mas não anule sua personalidade.

• Compre um domínio na internet com seu nome (custa uns R$ 30 por ano).

• Colecione potenciais fontes.

• Crie uma conta no Twitter.

• Leia e siga os blogs e twitters de outros jornalistas.

• Espalhe/compartilhe os links legais que encontrar.

• Participe de redes online, como o Linkedin.

• Participe de associações, como a Abraji.

• Faça e distribua cartões de apresentação.

• Afie seu "papo de elevador".

• Não subestime o poder de um almoço.

• Mantenha contato com colegas, fontes, com aquele que te deu o cartão, com o que retuitou o que você escreveu.

Fonte: Blog Novo em Folha



Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Erotização da música influi na precocidade sexual da criança

É comum vermos crianças cada vez mais novas cantando e dançando ao som de refrões carregados de sexualidade, utilizando roupas e calçados impróprios para essa fase. As músicas erotizadas se tornam febre entre meninos e meninas em todo o país, mesmo sem muitas vezes terem conhecimento do que estejam ouvindo ou dançando. Mas qual a influência dessas músicas no desenvolvimento da criança? De que modo a letra de uma canção pode influenciar o comportamento infantil?

Para a psicóloga Aline Maciel, músicas de cunho apelativo com letras que tratem de sexo estimulam a iniciação sexual precoce entre meninos e meninas. Segundo ela, “músicas com uma carga sexual muito forte aliadas a coreografias sensuais fazem com que as crianças tenham acesso a elementos que não são adequados a sua faixa etária, induzindo comportamentos inadequados”.

O artigo A música e o Desenvolvimento da Criança, de autoria da Doutora em Educação Monique Andries Nogueira, atesta que a música tem um papel importante nos aspect…

Lambe-sujo e Caboclinhos: a cultura viva

A força de uma cultura se revela na capacidade de agregar, envolver e orgulhar. Em Laranjeiras, isso se concretiza durante a “Festa do Lambe-Sujo”, folguedo sergipano encenado todos os anos no 2º domingo de outubro.


No folguedo, os negros (lambe-sujos) lutam contra a tentativa dos índios (caboclinhos) de destruírem os quilombos.



A partir das imagens captadas pela fotojornalista Ana Lícia Menezes é possível perceber o quão forte é a cultura local e a crença no folguedo. Carregado de simbolismo, o folguedo envolve crianças, jovens e adultos, que se apossam da história da terra para se divertir, se alegrar e manter viva a cultura.

Logo cedo, os lambe-sujos se espalham pela cidade, desde a entrada até a praça central de Laranjeiras. Assim, demarcam território e mostram que estão prontos para o combate. Em maioria, os lambe-sujos também ocupam a área próxima à igreja, onde recebem a benção do padre, antes de iniciar os embates.



Fortalecidos pela oração e crentes em sua fé, os lambe-sujos estã…

Um olhar para 2008

“Quem teve a idéia de cortar o tempo em fatias,
a que se deu o nome de ano,
foi um indivíduo genial.

Industrializou a esperança, fazendo-a funcionar no
limite da exaustão.

Doze meses dão para qualquer ser humano se cansar e
entregar os pontos.

Aí entra o milagre da renovação e tudo começa outra
vez, com outro número e outra vontade de acreditar que daqui pra
diante vai ser diferente."
(Carlos Drummond de Andrade)


Recebi esse texto ontem pelo orkut como parte de uma mensagem de felicitações pelo novo ano que está por iniciar e me pus a pensar na verdade que ele transmite.

Todos temos a necessidade de ver nossas esperanças e sonhos sendo renovados. Todo indivíduo precisa planejar, desejar, acreditar. Planejar uma vida diferente, o início de um novo projeto. Desejar ascensão profissional, aprovação no vestibular ou em um concurso público. Acreditar em novo amor, em um novo tempo. Acreditar no fim da violência, na prevalescência do amor e da paz sobre toda a Terra, por mais que isso pareça utóp…