quarta-feira, 28 de outubro de 2009

Metas para ser um bom jornalista

• Escreva ao máximo - pode ser para os exercícios da faculdade, um blog, um jornal local. Exercite sua redação.

• Produza multimídia - aprenda tudo sobre a web, aprenda a filmar e fotografar, a editar vídeos, áudios, fotos, aprenda os principais códigos da web.

• Respeite os deadlines - comece a fazer o trabalho assim que o receber, não fique adiando para o último minuto.

• Crie coragem - o mundo precisa de mais pessoas que queiram e saibam fazer perguntas difíceis. Pesquise, aprofunde-se e seja capaz de fazê-las.

• Procure por melhores histórias por baixo da superfície - seja relevante para seu leitor. Traga histórias mais profundas, ângulos diferentes e contextos para os textos.

• Aprenda a escrever - é fundamental não só conhecer as regras gramaticais, a correta ortografia do seu idioma (e ferramenta de trabalho), como também as padronizações e estilos dos veículos em que pretende trabalhar.

• Seja 100% ético - lembre-se que sua reputação e credibilidade são tudo.

• Trate todos os seus trabalhos de faculdade como o próximo passaporte para um emprego - porque são, mesmo, seu cartão de visitas.

• Candidate-se às vagas - porque elas não caem do céu.

• Converse com seus professores - eles têm várias histórias para contar, coisas para ensinar e contatos a oferecer.

• Comece a enviar pautas para publicações - faça deste o ano em que você conseguiu publicar algo e ainda recebeu por isso!

• Faça aulas de como montar seu próprio negócio.

• Seja empreendedor.

• Aprenda mais - a faculdade não vai te ensinar tudo. Busque informações grátis na internet, leia sobre assuntos que te interessem, especialize-se em sua paixão.

• Leia - de tudo, vorazmente, mas foque em textos de qualidade.

• Ensine - você pode saber o que seus colegas não sabem. Que tal compartilhar o que aprendeu em um blog, por exemplo?

• Faça as pessoas se lembrarem de seu nome.

• Seja uniforme na forma de escrever, nos acompanhamentos de suas fontes, no respeito aos prazos e em sua presença nas redes sociais.

• Seja profissional, mas não chato - melhore o email borboletinhaazul@gmail.com, tire as fotos comprometedoras da internet, mas não anule sua personalidade.

• Compre um domínio na internet com seu nome (custa uns R$ 30 por ano).

• Colecione potenciais fontes.

• Crie uma conta no Twitter.

• Leia e siga os blogs e twitters de outros jornalistas.

• Espalhe/compartilhe os links legais que encontrar.

• Participe de redes online, como o Linkedin.

• Participe de associações, como a Abraji.

• Faça e distribua cartões de apresentação.

• Afie seu "papo de elevador".

• Não subestime o poder de um almoço.

• Mantenha contato com colegas, fontes, com aquele que te deu o cartão, com o que retuitou o que você escreveu.

Fonte: Blog Novo em Folha



Nenhum comentário: